Você está aqui: Página Inicial / Sobre a Câmara / Notícias / Abril de 2015 / Vereadores sugerem criação de Estatuto para Centro de Comercialização da Agricultura

Vereadores sugerem criação de Estatuto para Centro de Comercialização da Agricultura

por Marcos Matos publicado 13/04/2015 13h05, última modificação 19/05/2015 23h14
Estatuto estabeleceria critérios para seleção de produtores para não permitir a figura do atravessador, que geralmente fica com quase todo o lucro dos produtores.

Criado para ser um espaço para que o homem do campo possa destinar sua produção ao mercado produtor, o Centro de Comercialização da Agricultura (CCA)ainda não deslanchou e alcançou o sucesso esperado.

Por isso, os vereadores Newton Luiz de Oliveira, Robertinho Pereira e Valter Yasunaka solicitaram apoio da Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Integrado no sentido de auxiliar os produtores a organizar os boxes, divulgar os produtos e, principalmente, dar suporte para a criação de um Estatuto que estabeleça critérios para a seleção de produtores que possam fazer parte deste empreendimento cuja finalidade é incentivar a agricultura familiar.

A proposta dos parlamentares foi apresentada por meio de indicação na sessão plenária desta segunda, dia 6 de abril.  De imediato, os edis afirmam que é necessária a padronização dos boxes para melhorar a exposição dos produtores e o atendimento aos clientes. Outra ferramenta essencial é o desenvolvimento de uma campanha publicitária para promover o CCA, destacando as vantagens para o consumidor de comprar diretamente do agricultor.

Por último, os vereadores querem um compromisso da administração de ajudar na criação de um Estatuto do CCA, com a finalidade de estabelecer critérios para a seleção de produtores, para que não ajam atravessadores de produtos.

Só podem fazer uso deste espaço aqueles que produzam, produção familiar ou produção própria. A partir do momento que existem os atravessadores, começa haver grandes diferenças no preço e dificuldades para os pequenos produtores.

Centro de Comercialização da Agricultura - Construído em uma área de 600 metros quadrados (m²), o espaço conta com 28 boxes criados para propiciar à população um local destinado a venda de gêneros alimentícios de qualquer natureza, em especial hortaliças, frutas, verduras, ovos, peixes, mandioca, entre outros que atendam a demanda no tocante à produção agropecuária.

Matérias de responsabilidade do gabinete do vereador Nenão

Fonte: Aline Leão / Assessoria

Mídias Sociais