Você está aqui: Página Inicial / Sobre a Câmara / Notícias / Câmara indica projeto para reuso de águas de piscina em Nova Andradina

Câmara indica projeto para reuso de águas de piscina em Nova Andradina

por JoaoClaudio — publicado 22/11/2016 12h08, última modificação 22/11/2016 12h08
Casa de Leis também aprovou indicações voltadas para melhorar o trânsito
Câmara indica projeto para reuso de águas de piscina em Nova Andradina

João Cláudio/CMNA

A Câmara de Vereadores de Nova Andradina aprovou por unanimidade indicação parlamentar que visa estimular o reuso de águas de piscina. A iniciativa é de autoria do vereador Vicente Lichoti (sem partido).

A solicitação foi apresentada ao prefeito Roberto Hashioka e ao secretário municipal de Serviços Públicos, Umberto Canesque Filho. A proposta consiste no registro de todas as residências com piscinas e na oferta gratuita de drenagem para o reaproveitamento da água descartada.

“Essa intervenção irá garantir o reaproveitamento da água utilizada pelos proprietários de piscinas e, sobretudo, fará com que o descarte deste recurso natural seja conduzido à irrigação de praças, logradouros públicos dentre outras formas de utilização”, defendeu o parlamentar.

Trânsito - Durante a sessão ordinária deliberativa da última segunda-feira (21), o vereador também indicou a reforma da sinalização horizontal do prolongamento da Avenida Antônio Joaquim de Moura Andrade, no trecho compreendido desde a Rua Pastor Júlio Ferreira de Alencar até a rotatória que dá acesso à Nova Casa Verde, considerando as vias de rolamento e ciclofaixas.

A indicação conta ainda com a autoria dos vereadores Ricardo Lima (DEM) e Newton Luiz de Oliveira, o Nenão (PMDB). “Com essa iniciativa esperamos proporcionar mais segurança aos pedestres, ciclistas e motoristas”, afirmaram os vereadores.

Aprovada por unanimidade, a indicação dos parlamentares foi encaminhada ao prefeito Roberto Hashioka e ao diretor-executivo de assessoramento da Agesul, Gustavo André Parra.

Também com foco no trânsito, o vereador Valmirá do Pax (PSDB) reivindicou à Agesul e ao DNIT a alteração das placas de velocidade em rodovias de pista simples, conforme as últimas mudanças na legislação e no Código de Trânsito Brasileiro.

“É necessária a retirada das placas de 80 Km/h, pois os motoristas estão sendo multados injustamente, já que a nova velocidade permitida é de 100 Km/h”, argumentou o vereador.

Assessoria de Comunicação CMNA

    

Mídias Sociais