Você está aqui: Página Inicial / Sobre a Câmara / Notícias / Notícias de 2014 / Setembro 2014 / Câmara sedia premiação de concurso de redação sobre a paz

Câmara sedia premiação de concurso de redação sobre a paz

por Marcos Matos publicado 22/09/2014 12h59, última modificação 19/05/2015 19h08
A Câmara Municipal de Nova Andradina sediou nesta sexta, dia 19, a cerimônia da entrega da premiação do 1º Concurso de Redação, com o tema: “Família e Escola Unidos pela Paz”, realizado com a finalidade de promover a cultura da paz na sociedade.

O evento foi promovido pelo Sindicato Municipal dos Trabalhadores em Educação (Simted) com o apoio da família Bonin. O primeiro vice-presidente, vereador Quemuel de Alencar, representou o poder legislativo do município. Também fizeram parte da mesa de autoridades, a professora Geni Ribeiro de Oliveira Bonin, o presidente do Simted, professor Edson Granato, a coordenadora pedagógica do Núcleo Municipal de Educação Especial (Numesp), Maria Lúcia de Paula dos Santos e o secretário de planejamento e Controle, Arion Aislan de Souza.

DSC_0920.JPGA cerimônia foi iniciada com duas apresentações culturais. A primeira do Grupo Memória de Capoeira, do mestre Nevasca. Em seguida foi a vez da garotinha Vitória Medeiros, comandada pela professora Fernanda Mendes Garcia, fazer uma belíssima apresentação de balé.  Também foi apresentado um vídeo produzido pelos organizadores com imagens e um fundo musical sobre a paz. Logo após, foram anunciados os ganhadores do concurso.

A cerimônia foi encerrada com os discursos das autoridades. O vereador Quemuel de Alencar destacou a importância da parceria entre escola, comunidade e as diversas Instituições como fator primordial para ações de prevenção e resolução de conflitos.

 DSC_0912.JPGVamos conversar com as nossas esposas, pais e filhos, com os vizinhos, não sobre a violência, mas sobre a construção da paz em nossa família, em nosso bairro, na escola, pois desta forma poderemos sentir a paz e a união no nosso lar e na sociedade em que vivemos”, ressaltou o parlamentar.

Muito emocionada, a professora Geni Ribeiro de Oliveira disse que o evento é uma homenagem a seu esposo, o também educador Delmiro Salvione Bonin, falecido em junho de 2012, após ser baleado por um estudante na escola municipal Luiz Claudio Josué, dirigida pelo professor.

 DSC_0938.JPGEle defendia que a escola é responsável pelo conhecimento e a família pela educação. Dizia que nada adianta construirmos grandes castelos com muros altos para nos proteger enquanto que nas ruas, nas escolas e em todos os lugares a violência se faz presente. Por isto é importante estarmos juntos, família e escola. A cada ano vamos fazer uma ação com o intuito de chamar a atenção para este tema e esperamos que a comunidade abrace esta causa”, instigou.

 

Edson Granato encerrou os discursos. Assim como defendeu o vereador, Granato disse que deve haver uma responsabilidade solidária no enfrentamento de questões como violência, drogas, armas, preconceito, discriminação, dentre outros conflitos que se fazem presente hoje dentro de nossas escolas.

Precisamos compreender a violência enquanto um fenômeno social e, portanto, de responsabilidade coletiva – escola, família e atores sociais -, não é uma tarefa fácil, mas o compromisso e engajamento de toda sociedade poderá transformar essa realidade, de uma cultura de violência para uma Cultura de Paz”, finalizou.

Participantes e Premiação

 Participaram deste concurso os alunos das escolas estaduais, municipais e particulares, que desenvolveram uma redação referente ao tema. A adesão das escolas foi quase total, com apenas uma escola particular não tendo aderido ao projeto.

 A Comissão Julgadora foi composta pela professora de Língua Portuguesa, Arlete Correia de Abreu Gandolfo, a advogada Lorena Ribeiro Bonin, representando a família, professor Célio Vieira Nogueira, representando a UFMS, e o professor José Amorim da Silva, representando todos os professores envolvidos no projeto.

 A professora Arlete Correia de Abreu Gandolfo recebeu também a tarefa de fazer a leitura das redações premiadas.

 As redações premiadas:

- 3º lugar: um aparelho celular

Título da Redação: Pais na escola, filhos promissores

Aluna: Isadora Riquete da Cunha (8º ano-B)

Professora: Ignês

Escola Municipal Professor João de Lima Paes

- 2º lugar: um tablet

Título da Redação: A escola pede socorro

Aluna: Natiele  Delavalentina Amorim (8º ano-C)

Professora: Maria Regina Zaqui

Escola Municipal Efantina de Barros

- 1º lugar -  um tablet

Título da Redação: Escola: ambiente de interação e ações positivas

Aluna: Thainara Bernal França (9º ano-C)

Professora: Cristiane Fernandes

Escola Estadual Professora Fátima Gaiotto Sampaio

Fonte: Glaucia C. Piovesan / Assessoria

    

Mídias Sociais