Você está aqui: Página Inicial / Sobre a Câmara / Notícias / Zé Bugre busca melhorias para o Assentamento Santa Olga

Zé Bugre busca melhorias para o Assentamento Santa Olga

por JoaoClaudio — publicado 07/06/2016 16h15, última modificação 07/06/2016 16h15
Zé Bugre justifica que o local necessita de proteção e melhorias por haver uma nascente que está localizada na área de preservação ambiental (APP).
Zé Bugre busca melhorias para o Assentamento Santa Olga

João Cláudio/CMNA

O vereador Zé Bugre (PSDB) solicitou melhorias para o Assentamento Santa Olga, através de indicações apresentadas na reunião plenária desta segunda-feira (6). Com foco na conservação do meio ambiente e projetos de melhoramento dos lotes, os pedidos foram aprovados por unanimidade.

À deputada estadual Mara Caseiro, ao superintendente regional do INCRA, Humberto de Mello Pereira; ao secretário estadual de Produção da Agricultura Familiar, Fernando Mendes Lamas; ao diretor-presidente da Agraer, Enelvo Iradi Felini, e ao prefeito Roberto Hashioka, o Parlamentar está pedindo um estudo técnico de recuperação, reparos, conservação de solo, aterramento, tratamento e reflorestamento da lagoa que está localizada no referido assentamento.

Zé Bugre justifica que o local necessita de proteção e melhorias por haver uma nascente que está localizada na área de preservação ambiental (APP).  “Com o enorme volume das chuvas, a referida lagoa rompeu-se causando danos de grandes proporções e, para que haja preservação do meio ambiente estou solicitando agilidade para a realização dos serviços”, explicou.

O Parlamentar também solicitou a intervenção da deputada Mara Caseiro junto ao INCRA para dar celeridade na emissão da Declaração de Aptidão ao Pronaf (DAP/AC), aos produtores do Assentamento Santa Olga, para realizarem projetos de melhorias em seus lotes.

Zé Bugre argumenta que o Assentamento Santa Olga conta com dez anos de existência e, no entanto, ainda existe um déficit considerável devido a falta de emissão das DAP’s. “Para que as famílias assentadas tenham uma vida digna é necessário a liberação dessas declarações, pois através delas os produtores terão renda para investir nos lotes e garantir a sua sobrevivência”, ressaltou.

Aline Leão
Assessoria de Comunicação CMNA

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis.

Mídias Sociais